Notícias » Tecnologia

 

Últimas notícias

Correios começam em maio a enviar SMS avisando entrega de cartas

Começará a funcionar em maio o sistema de envio de SMS dos Correios, que, em um primeiro momento, será usado para avisar que uma correspondência foi entregue, mas, no futuro, servirá até para alterar a data e o local em que cartas e encomendas devem chegar.

Atualmente, o sistema está em fase de piloto. Por meio do site, os interessados em rastrear alguma correspondência pelo site dos Correios são convidados a cadastrar o número de celular para que sejam avisados via SMS quando a entrega chegar ao destino.

Quando o sistema for lançado em maio, o cadastro dos números de celular será feito diretamente na agência, no momento em que um pacote ou correspondência for postado.

Segundo Fuschino, já está pronto o sistema de atendimento que coletará os números de contato do destinatário e do remetente.

Isso permitirá não só que o remetente saiba quando seu despacho foi entregue, mas que o destinatário seja informado de que receberá uma correspondência e a previsão da data de recebimento, além de ter ciência de quando ela foi deixada em sua casa.

 

Carteiro conectado
Para que o sistema entre em operação, os Correios darão início antes à segunda fase da distribuição de smartphones a carteiros. Segundo a estatal, até o fim do segundo semestre deste ano todos os 58 mil profissionais responsáveis pelas entregas estarão com o aparelho nas mãos. Para aumentar a segurança, os smartphones possuem um sistema que os inutiliza caso sejam roubados.

Iniciada em agosto de 2013, a utilização de smartphones era feita apenas pelos 3 mil carteiros que fazem as entregas expressas do Sedex 10. O recurso tecnológico permite não só o rastreamento das encomendas, mas também o envio em tempo real para as centrais de informática dos Correios de informação sobre como está o andamento do serviço nas ruas.

"O cara sai do centro de distribuição com o smartphone carregado com todas as entregas que têm de fazer. À medida que vai entregando, clica no celular e a aplicação pega a entrega e o horário e já transmite para o centro de informática", explica Fuschino. Com a massificação do uso dos celulares inteligentes, é possível ter informação precisa e atualizada para ser enviada por SMS a destinatários e remetentes das mensagens.

Nas praças em que os carteiros ainda não utilizam smartphones, o registro da hora da entrega efetuada ou os motivos de um trabalho não executado são anotados em papel.

Com a totalidade dos carteiros munidos com os aparelhos, a lista em papel sairá de cena e o rastreamento será estendido para outros serviços do Correio, como os telegramas e o envio de cartas.

Entrega no vizinho
Ainda este ano, o SMS ganhará novas funções. Além de avisar da entrega, as mensagens de texto poderão ser usadas para alterar as especificações da encomenda, como local e horário previsto de entrega.

"Vamos chegar a um ponto em que, ainda este ano, mandaremos a mensagem para o destinatário pedindo para ele confirmar se quer receber a encomenda em uma data tal: 'A encomenda vai chegar à sua casa, você confirma ou quer receber em outra data'", explica Fuschino.

"Vamos oferecer para mudar o endereço, até entregar no vizinho", brinca o executivo. Essas novidades, porém, serão implantadas depois de os Correios conduzirem alterações no processo de gerenciamento das encomendas.

 

Fonte: Helton Simões Gomes - G1 / Foto: Reprodução

© Rádio Massa - PB
BRLOGIC